Moto na chuva: como pilotar com cuidado

Moto na Chuva

Crédito: Pexels.com

Esteja atento! Pilotar uma moto pode causar uma enorme sensação de liberdade e um prazer incrível. Isso é o que muitos proprietários de máquinas de duas rodas costumam dizer, e com razão. Mas, brincadeiras à parte, pilotar uma moto exige muita atenção, segurança e concentração. Ainda mais em situações adversas, como em meio à chuva, seja ela intensa ou mais fraca, por exemplo. Além de precisar de foco redobrado, o piloto que se vê obrigado a utilizar seu veículo em dias chuvosos também precisa seguir algumas regras e medidas de segurança para evitar acidentes ou riscos desnecessários, como a utilização de roupas especiais e a checagem da moto. Confira!

Dicas para pilotar na chuva

1 – Equipamentos apropriados: se a pilotagem regular já exige roupas especiais, a pilotagem em dias de chuva pede por ainda mais precaução com os equipamentos. O primeiro item mais procurado da lista é a capa de chuva, responsável por manter o dono da moto seco e aquecido, que sai em torno de R$100. Tudo dependerá, claro, do modelo e do material com o qual o item é produzido. Há capas, por exemplo, com faixas reflexivas, ideais para situações de baixa visibilidade na estrada, e mais resistentes, com tecidos mais fortes. Nesses casos, a tendência é que o preço aumente.

Na sequência, pense nos pés e nas mãos. Para os pés, o ideal é comprar polainas, que são extensões das capas de chuva e são feitas dos mesmos materiais que elas, mas apresentam solados aderentes para que o piloto não escorregue e consiga realizar as ações que precisa. Outra opção são as botas impermeáveis, que são um pouco mais caras. Já para as mãos, opte por luvas especiais contra a chuva, que podem ser encontradas em lojas especializadas em equipamentos para motocicletas. Para completar, capacetes devem ser usados em todos os casos (chuva ou não). Pode até parecer óbvio, mas por incrível que pareça, ainda é possível encontrar pilotos sem o equipamento crucial de segurança.

2 – Fuja de poças, alagamentos e enchentes: alagamentos e poças podem esconder buracos e objetos. Jamais passe por trechos nessa situação, pois as chances de você cair e sua moto ser danificada são altíssimos. Além disso, em regiões alagadas, a moto tende a perder a aderência e oferecer pouco controle ao piloto. Em enchentes, a água pode adentrar no motor e causar uma pane generalizada no veículo. Ou seja, apenas desvantagens. Por isso, não se arrisque.

3 – Atenção ao piso: o tipo de estrada na qual você está também influencia no nível de perigo em dias de chuva. O piso que apresenta menos riscos durante a chuva é o de concreto, pois ele favorece a aderência. Por outro lado, asfaltos muito novos ou de paralelepípedos oferecem dificuldades maiores. Também é importante lembrar que estradas molhadas por chuvas que já aconteceram há horas ainda são preferíveis às que estão se iniciando, pois aquelas já limparam as impurezas e fuligem das ruas. O pior cenário é o de chuvas intensas, pois elas criam lâminas de água que os pneus não são capazes de romper. Então, tome cuidado!

4 – Frenagem: em situações de pilotagem com chuva, uma das palavras de ordem deve ser “suavidade”. Especialmente com os freios. Acione-os sempre com muita delicadeza e mantenha uma distância considerável de quem está à frente ou aos lados, mesmo que o veículo próximo seja menor, como um Hyundai HB20, por exemplo. Em situações de acidentes, a tendência é que o piloto de motos leve a pior, já que é menor e possui menos proteções. Então, seja cuidadoso.

5 – Cautela constante: ao começar a chuva, continue praticando a direção defensiva, porém, redobre a atenção e a cautela. Primeiramente, mantenha em mente a palavra “suavidade”. Jamais acione bruscamente os freios, o câmbio ou o acelerador, pois as chances de algo ruim acontecer aumentam caso isso aconteça. Mantenha uma boa distância dos demais motoristas e pedestres e circule em menor velocidade. Tente andar pelas faixas centrais, pois as ruas são projetadas de modo que a água escorra para as laterais, o que torna as partes centrais das estradas mais limpas e menos alagadas.

Na estrada, uma boa dica para pilotar com chuva é seguir as trilhas dos pneus dos carros à frente, pois, além de se guiar de forma mais fácil, você pega trechos mais limpos, já que os veículos à frente vão limpando as sujeiras e removendo um pouco da água da pista. Evite também certos movimentos arriscados, como tirar as mãos do guidão ou de se inclinar demais em curvas fechadas ou em velocidade. Tudo isso pode contribuir para que aconteça algum acidente.

6 – Revisão: uma das ações preventivas que podem ajudar e muito um piloto em dias chuvosos é a revisão. Obviamente, ela é realizada antes, mas pode sanar problemas que poderiam vir à tona em pistas molhadas e melhorar o desempenho da sua máquina de duas rodas. Por exemplo, em uma revisão, você pode atestar como estão os pneus da sua moto, que são extremamente importantes para fornecer aderência em dias de chuva. Se estiverem carecas, troque-os imediatamente.

Áreas essenciais para o bom funcionamento da moto, como o motor e a elétrica, também devem ser revisados. Já imaginou ficar parado na rua em um dia de chuva intensa porque os faróis ou o motor pararam de funcionar? Pois é. Não corra esse risco. Invista em uma revisão completa para a sua motocicleta, pois ela pode te salvar de muitas dores de cabeça e imprevistos indesejáveis.

Seja uma Kawasaki Ninja nova em folha, ou um carro, todos os veículos precisam apresentar segurança para dias chuvosos. Bem como os motoristas prestes a se colocarem em situações adversas precisam estar conscientes de que devem seguir regras e respeitar, sempre, as sinalizações e os demais pilotos.

Com essas dicas, você consegue realizar isso e protege sua moto contra possíveis acidentes, já que eles tendem a crescer em dias mais chuvosos. Gostou deste link? Compartilhe em suas redes sociais e ajude seus amigos e companheiros de pilotagem a ficarem sempre atentos quanto às adversidades de se pilotar uma moto em dias de chuva!

 

Compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on VKEmail this to someone